- Advertisement -spot_img
HomeBrasilMinistério da Saúde amplia vacinação contra HPV

Ministério da Saúde amplia vacinação contra HPV

- Advertisement -spot_img

O Ministério da Saúde anunciou, nesta quarta-feira (3/7), a ampliação do público-alvo da vacinação contra o HPV (Papilomavírus Humano), um vírus sexualmente transmissível. A vacina, disponível em qualquer posto de vacinação, agora também poderá ser aplicada em usuários da Profilaxia Pré-Exposição ao HIV (PrEP) entre 15 e 45 anos. A medida foi comunicada pela ministra Nísia Trindade na rede social X.

“Estamos ampliando a vacina contra HPV! As pessoas que usam a profilaxia pré-exposição ao HIV (PrEP), de 15 a 45 anos, poderão agora se vacinar contra o HPV. Esse é mais um importante recurso para prevenir essa infecção sexualmente transmissível e cânceres associados a ela”, escreveu Trindade.

A vacina quadrivalente (HPV4), que protege contra os tipos 6, 11, 16 e 18 do vírus, já está disponível gratuitamente pelo SUS para os seguintes grupos:

Meninas e meninos de 9 a 14 anos;
Pessoas de 9 a 45 anos com condições clínicas especiais, como aquelas vivendo com HIV/Aids, transplantados de órgãos sólidos ou medula óssea, e pacientes oncológicos (imunossuprimidos);
Vítimas de abuso sexual;
Pessoas com papilomatose respiratória recorrente (PPR).

A PrEP, uma das principais formas de prevenção do HIV, consiste em comprimidos tomados antes da relação sexual (diária ou sob demanda) que preparam o organismo para enfrentar um possível contato com o HIV. Usuários de PrEP realizam acompanhamento regular de saúde, incluindo testagem para o HIV e outras Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST).

“Importante lembrar que a vacina contra HPV e a PrEP não impedem a infecção, sobretudo por outras ISTs. Então, não podemos nos descuidar no uso da camisinha. A prevenção combinada aumenta consideravelmente a proteção”, alertou Trindade.

Como será a vacinação

De acordo com o ministério, usuários de PrEP poderão se vacinar contra o HPV em qualquer sala de vacina pública, como postos de vacinação, CRIE, Serviço de Atendimento/SAE, e Centro de Testagem e Aconselhamento, apresentando qualquer comprovação de uso da PrEP.

Documentos aceitos incluem o formulário de prescrição do imunizante, prescrição de PrEP, cartão de seguimento, entre outros.

A recomendação é que pessoas não vacinadas contra o HPV recebam três doses no esquema 0 – 2 – 6 meses (segunda dose dois meses após a primeira e terceira dose seis meses após a primeira).

Para aqueles com esquema vacinal incompleto, a orientação é completar as três doses. Pacientes com esquema vacinal completo conforme preconizado para determinadas faixas etárias ou situações especiais não deverão ser vacinados novamente.

A vacina contra o HPV é contraindicada para gestantes e para qualquer pessoa com alergia a algum dos seus componentes.

- Advertisement -spot_img
- Advertisement -spot_img
Stay Connected
16,985FansLike
2,458FollowersFollow
61,453SubscribersSubscribe
Must Read
- Advertisement -spot_img
Related News
- Advertisement -spot_img