More

    PID: como tirar a carteira para dirigir no exterior?

    Para dirigir fora do Brasil, você precisa tirar a PID (Permissão Internacional para Dirigir), um documento que permite a um condutor habilitado no Brasil conduzir um veículo em mais de 130 países. A PID é uma tradução da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) em sete idiomas: alemão, árabe, chinês, espanhol, inglês, português e russo.

    A PID é válida para motoristas habilitados e em situação regular, com CNH definitiva ou permissão para dirigir, dentro do prazo de validade do documento. A validade da PID é de 3 anos ou até o vencimento da sua CNH. Além dos DETRANs, o Automóvel Clube Brasileiro é a única entidade no país autorizada a emitir a PID. 

    Leia mais:

    Como alugar um carro no Catar?O que muda na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) em 2024?Estado americano pode criar carteira de habilitação para e-bikes

    Quais documentos precisa para solicitar a PID?

    Imagem: Divulgação Detran/RS

    Os documentos obrigatórios para tirar a PID são:

    Documento de identidade com foto (de preferência, a carteira de identidade)Carteira Nacional de Habilitação VálidaComprovante de endereço recenteComprovante de pagamento da taxa de serviço (que varia conforme o estado) 

    Como tirar a PID?

    A PID pode ser solicitada presencialmente ou online. Para isso, você deve seguir alguns passos:

    Acessar o portal do Detran do seu estadoClicar em “Serviços Online”Clicar em “CNH-Habilitação”Clicar em “Tem habilitação no Brasil e quer dirigir no exterior? Solicite a PID”Apresentar sua CNH definitiva, regular e dentro da validadeApresentar um documento de identidade com fotoApresentar um comprovante de endereço recenteApresentar um comprovante de pagamento da taxa de serviço 

    Você também pode solicitar a PID pelo aplicativo Detran Inteligente, disponível para Android ou iOS. 

    O valor da taxa da PID varia de acordo com o estado onde a solicitação é feita, ficando entre R$ 70 mais de R$ 500. Em geral, os custos para ter o documento envolvem o pagamento de uma taxa e as despesas de envio. 

    Em São Paulo, por exemplo, a taxa de expedição do documento é de R$ 259,05, e também são cobrados custos de envio pelos Correios, no valor de R$ 11. 

    Locais em que você pode pagar a taxa da PID:

    Banco do BrasilEm caixas eletrônicosEm casas lotéricasEm Cooperativas Sicoob e Agência Bancoob 

    Para pagar a taxa de serviço da PID através do aplicativo do Banco do Brasil:

    Selecionar “Conta Corrente”Selecionar “Pagamentos”Selecionar “IPVA e Taxas Detran”Selecionar “Taxas Detran SP” 

    Para pagar a taxa de serviço da PID em caixas eletrônicos:

    Selecionar “Pagamento”Selecionar “IPVA e Taxas DETRAN”Selecionar “Sem Código de Barras”Selecionar “Estado de São Paulo”Selecionar “IPVA TRLAV DPVAT” 

    Para tirar a Permissão Internacional para Dirigir (PID) presencialmente, você pode dirigir-se a uma unidade de atendimento do Detran com a sua CNH, solicitar a emissão da PID e fazer o pagamento. 

    Na cidade de São Paulo, pode fazer o agendamento no portal do Poupatempo utilizando a sua conta, com e-mail e senha. O atendimento presencial só será realizado mediante agendamento. 

    Quais países aceitam a PID?

    A Permissão Internacional para Dirigir é aceita em mais de 100 países (países que possuem princípio de reciprocidade com o Brasil), como: Angola, Argélia, Austrália, Canadá, Cabo Verde, Cingapura, Colômbia, Coréia do Sul e países signatários da Convenção de Viena (veja a lista completa no site do Ministério do Transporte.

    A PID também é aceita em países como: Austrália, Nova Zelândia, toda a Europa, América Latina, Canadá e EUA. O documento pode ser usado inclusive em locais onde se adota a mão inglesa, como Reino Unido, África do Sul e Austrália. 

    A PID não é obrigatória para conduzir num país estrangeiro por até 180 dias. Neste caso, o motorista só precisa de ter uma habilitação válida do seu próprio país.

    Paises que não exigem PID para brasileiros

    Os Estados Unidos, a América do Sul e o Caribe não exigem a PID para brasileiros. Na Europa, a PID pode ser necessária, mas há locadoras de carros que aceitam a CNH. 

    A China, o Japão e a Síria não aceitam a PID. Para viajar para estes países, deve informar-se sobre as normas de condução junto da entidade de trânsito do país de destino ou do consulado. 

    A Espanha não exige a PID para brasileiros. Os estrangeiros com uma carteira de motorista brasileira podem conduzir na Espanha durante um período de seis meses a partir do início da residência no país. 

    A nova versão da CNH é aceita em todos os países que assinaram a Convenção de Viena e em outros países que mantêm o Princípio de Reciprocidade com o Brasil.

    Importante: A PID é fundamental em casos de infrações ou contratação de seguros.

    O post PID: como tirar a carteira para dirigir no exterior? apareceu primeiro em Olhar Digital.

    Últimas Notícias

    Notícias Relacionadas