More

    Sol da meia noite

    Sol da meia noite – Durante o verão no Ártico, de aproximadamente 22 a 25 de junho, a uma latitude e altitude suficientes, você pode assistir a um fenômeno conhecido como o ‘Sol da Meia-Noite’, em que o Sol fica visível continuamente no céu por três dias seguidos.

    O ‘Sol da Meia-Noite’ nasce no dia 22 e nunca desaparece de vista pelas 72 horas seguintes, ascendendo e descendo lentamente a cada 12 horas, apresentando 3 brilhantes ‘pores do sol’ e ‘nasceres do sol’ sem nunca se pôr abaixo do horizonte.

    Se a Terra fosse realmente um globo giratório revolvendo ao redor do Sol, os únicos lugares onde se poderia observar um fenômeno tal como o ‘Sol da Meia-Noite’ seriam os polos.

    Qualquer outro ponto de observação a 89 graus de latitude ou menos jamais poderia, independentemente de qualquer inclinação, ver o Sol por 24 horas seguidas.

    Para ver o Sol por uma revolução inteira num globo giratório e num local além dos polos, seria necessário estar olhando através de milhas e milhas de terra e mares por parte da revolução.

    Qualquer pessoa abaixo do paralelo 89 jamais poderia testemunhar o Sol por 72 horas, 3 revoluções completas seguidas, porque fazê-lo seria supor que se está de algum modo vendo o Sol do outro lado, ‘através do globo’!

    Como tal suposição é ridícula e já que o ‘Sol da Meia-Noite’ pode ser visto com nitidez até o paralelo 65, essa é outra prova absoluta de que a Terra é plana e o centro estacionário do universo.” – Eric Dubay (Tradução por Arthur Boz)

    Países que estão dentro da rota circular do Sol, póximo ao Pólo Norte podem observar o fenômeno. Isso NÃO ACONTECE na Antártida. A TERRA É PLANA!

    Takamoto
    Takamoto
    Fotojornalista, artista marcial, ex-militar, perito criminal.

    Últimas Notícias

    Notícias Relacionadas