More

    Sony adquire metade do catálogo de Michael Jackson, avaliado em quase R$ 5 bilhões

    Um acordo de valores estratosféricos que vai conceder à Sony metade das publicações e masters gravados de Michael Jackson parece ter sido costurado. Informações da Variety alegam que o catálogo completo do ícone do pop vale cerca de US$ 1,2 bilhão (R$ 4,95 bilhões, em conversão direta). A Billboard relata que a Sony pagará pelo menos US$ 600 milhões (R$ 2,97 bilhões) pelos direitos.

    Com esses valores sendo confirmados, se trataria do maior acordo já feito para uma gravadora obter os ativos de um único artista musical até hoje.

    Leia mais:

    Filme sobre Michael Jackson ganha data de lançamento; vejaYouTube: como salvar vídeos para ver depoisTelegram: como funciona o chat secreto?

    Ainda de acordo com diversas fontes da Variety, o acordo também inclui ativos do lendário catálogo editorial de Jackson, Mijac, que inclui vários títulos do grupo Sly & The Family Stone, bem como sucessos escritos ou interpretados por Jerry Lee Lewis, Jackie Wilson, Curtis Mayfield, Ray Charles, Percy Sledge, Dion e muitos outros. No entanto, não inclui royalties do musical “MJ” da Broadway e outras produções teatrais apresentando a música do rei do pop.

    A empresa Primary Wave Music, até o momento, continua a deter participação de 10% nos ativos editoriais de Jackson, conforme a Variety. Até o momento, não há declaração oficial de nenhum representante da Sony, de Michael Jackson ou mesmo da Primary Wave.

    A Variety já havia informado, em fevereiro do ano passado, sobre negociação em curso que existia pelo catálogo do Rei do Pop. Naquela ocasião, as informações davam conta de que o espólio estaria buscando entre US$ 800 milhões e US$ 900 milhões (R$ 3,96 bilhões e R$ 4,45 bilhões, respectivamente).

    Ainda não se sabe o que mudou os valores para o acordo atual, embora seja possível que um conjunto diferente de ativos tenha sido incluído, uma vez que, desde o ano passado, o valor do catálogo de Michael Jackson apenas subiu.

    Discografia de Michael Jackson é “mina de ouro”

    O Rei do Pop tem catálogo de músicas gravadas que está entre os mais lucrativos da história;O álbum “Thriller”, de 1982, figura, até hoje, como um dos dois discos mais vendidos de todos os tempos;Apesar de serem números que se tornaram confusos na era do streaming, “Thriller” foi o primeiro álbum a ser certificado 30 vezes como platina.

    O post Sony adquire metade do catálogo de Michael Jackson, avaliado em quase R$ 5 bilhões apareceu primeiro em Olhar Digital.

    Últimas Notícias

    Notícias Relacionadas